Ouça o programa

De segunda a sexta às 14:00hs (hora de Brasília), sábados, das 11:00 às 16:00hs

Home Notícias Vídeos Contato Sobre

As notícias

Dedurado pela própria camera

Na Califórnia, um sujeito chamado Miguel Ángel Reyes-Avila, de 23 anos, esperou que seus vizinhos saissem para passear com o cachorro uma noite dessas e entrou na casa do casal por uma janela aberta. Segundo o jornal San Jose Mercury News, nosso Miguel Ángel roubou mais de 4 mil dólares em jóias e as chaves do Mitsubishi 2009 do vizinho. Quando a polícia da cidade de Half Moon Bay foi chamada, percorreu a vizinhança para ver quais casas tinham câmeras de segurança. O Miguel Ángel acabou sendo dedurado pela câmera de sua própria casa. É, o cara que morava com ele mostrou as imagens aos guardas, que puderam ver claramente nosso Miguel Ángel fugindo no tal Mitsubishi. Pra piorar, os guardas conheciam muito bem o nosso amigo de outras passagens pela polícia, e acabaram prendendo a figura por assalto e roubo de carro. Bem feito, pra largar mão de ser besta.

Cadeia improdutiva

Esta vem da China: depois de seis anos de idas e vindas na Justiça, seis homens foram declarados culpados de uma bizarra tentativa de assassinato. A história é pra lá de maluca. Tudo começou quando um empresário chamado Tan Youhui contratou um matador para acabar com um concorrente, identificado apenas como sr. Wei. Segundo a BBC, o tal matador contratou um outro matador pra assassinar o sr. Wei. Em seguida, o matador número dois contratou um terceiro matador pra fazer o serviço. O número 3, por sua vez, contratou um quarto matador, que acabou passando o serviço para um quinto matador. O matador número 5, espertinho, entrou em contato com o sr. Wei. Ele propôs que os dois fingissem a morte do empresário e dividissem o dinheiro, a essa altura o equivalente a uns 15 mil dólares. O tal sr. Wei aceitou a proposta, mas denunciou tudo à polícia. Agora que o caso foi investigado e julgado, o mandante do assassinato frustrado e os matadores foram condenados a penas que variam de 31 meses a 5 anos de cana. Figuraças chinesas…

Os companheiros de cela vão adorar as histórias

Um ladrão de bancos e criminoso de carreira alemão chamado Michael Jauernik, de 71 anos de idade, foi recentemente condenado a mais de 12 anos de prisão. Nosso Michael, porém, conseguiu adiar o cumprimento da pena por 5 dias. É que ele atuou como seu próprio advogado, e esticou seus argumentos finais por mais de 20 horas. O figura contou inúmeras histórias de sua vida de crimes, falou de sua rotina de musculação, e deu inúmeros outros detalhes sobre sua vida. Até que o juiz se encheu e acabou com a graça de nosso amigo. O Michael Jauernik usuou óculos escuros durante todo o julgamento, e antes de ir embora para a cadeia disse a todos que “é muito mais inteligente que qualquer empregado do sistema carcerário alemão”. Vai ser figura assim lá na Alemanha, meu amigo…

O pato vai ganhar uma pata

Na cidade de Gardner, no estado americano do Maine, existem um pato chamado Faith, que ficou famoso depois de ter sido atacado por uma raposa e perder uma das patas. A dona do pato, dona Loni Hamner, declarou ao jornal local que o pato está se virando bem e até já aprendeu a se virar com uma pata só. Mas o nosso Faith logo vai poder voltar à sua vidinha normal, porque dona Loni conseguiu um professor da Universidade do Maine que está criando uma prótese – uma pata artificial – em sua impressora 3D. O professor Paul Bussiere está recebendo orientação de um cara chamado Michael Anfang, um outro maluco que tem uma empresa especializada em fabricar próteses para patos e galinhas. É mole? Cada maluco. E que pato sortudo…

Cheiro de processo no ar

Uma companhia chamada Mothers Lounge, que vende produtos para mulheres grávidas pela Internet, causou um tremendo mal-estar para várias mulheres americanas recentemente. A empresa mandou cartões que diziam ‘parabéns por sua gravidez’ para milhares de mulheres, junto com cupons de desconto para os produtos vendidos por ela. O problema, segundo a BBC, é que muitas das mulheres não estavam grávidas, nem de longe. Em alguns casos, os cartões foram endereçados às casas dos pais das mulheres, e muitas tiveram um trabalhão pra explicar às suas mães e pais que não estavam grávidas. Muitos maridos também viram os cartões e não entenderam nada. Como estamos falando dos Estados Unidos, já tem gente se preparando para processar a empresa. Esta, por sua vez, culpa a companhia de marketing da qual comprou a lista de nomes. Cada uma…

©2019 - Paulinho Leite